sexta-feira, 31 de maio de 2013

Resenha do Blog Sonhos e Resenhas.


"Medúnia, é um daqueles mundos onde a magia, e as criaturas fantásticas vivem junto dos seres humanos e elfos. E é neste mundo que vivem Billy Jack, Ceruliam Lorene, Jullius Forrest, Logus Thunderbird e Cheddar Longsword. A vida destes cinco, poderiam ser bem distintas umas da outras, mas o destino iria envolvê-las de uma forma incrível. Seria uma obra do misterioso destino? Uma coisa todos tem em comum, sonhos. Na cidade de Vanir&Ivanir acontece a cada 100 anos um torneio chamado "Torneio Continental Formador de Heróis". 
Muitos se aventuravam até lá para participar do torneio, mas poucos seriam de certa forma escolhidos a participar. Dentre estes estão os nossos amigos, como autor diz. Eles se inscrevem neste Torneio, e são escolhidos, e na hora de formar grupos, eles acabam todos juntos. Uma grande estátua foi mostrada para a cidade, esta estátua se dividia em alguma partes que por magia seriam lançadas em várias direções. Cada grupo era responsável por recuperar uma parte. O primeiro grupo a voltar, vencia e seus componente se tornariam heróis.
Logo de partida em busca de sua parte da estátua, eles se deparam em confronto com um grupo de Globins. Criaturas feias, demoníacas. Mas não fortes o bastante para segurar nossos amigos. Nessa busca pela parte da estátua, eles entram em uma árvore gigantesca, que seria a mais antiga de todas. Lá dentro lutam contra Louva-deus gigantes, passam por diversos perigos,e armadilhas. A árvore é gigantesca, e tudo nela parece ficar maior para eles, como larvas horríveis que tentam devorá-los.
Quando recuperam sua parte da estátua, começam a voltar para a cidade, que permanece em festa desde suas partidas. Eles estão em vantagem, mas avistam um outro grupo formado apenas por mulheres, sendo atacado. Juntos decidem ajudá-las, mesmo fracos acabam conseguindo salvar a todas. Mas tudo tem seu preço. Eles, com isso perdem suas chances de serem heróis, e outro grupo chega na frente. 
Mesmo assim, elas contam a história, e todos os fatos ficam claro para todos. E todos querem e acham muito merecido que eles fossem os vencedores, por realmente mostrarem esse gesto de heroísmo. O rei, acaba por vencido, e quebra a tradição; dando vitória aos nossos amigos.
Se você pensou que a historia fica por aqui, está enganado!
Criar um mundo não é nada fácil, ainda mais povoá-lo de humanos, elfos, criaturas mágicas, aliás este mundo é cheio de magia, culturas, lendas, e tudo o que um lugar mágico precisa ter pra te deixar com muita vontade de conhecê-lo. Isso foi um dos grandes pontos do livro que me ganhou. Por que eu me familiarizei com esse novo mundo, e com essas criaturas pouco usadas na literatura. Uma das coisas que me encantou bastante no início foi a Escola em Espiral, que tinha esse nome pelo seu real formato em espiral. A postura dos alunos, professores, e magia que é respirada lá. Sem deixar de falar dos encantos da floresta, e das criaturas.
"Como agora eles eram heróis, além de conhecidos, podem ir em frente e realizar seus sonhos. Juntos iriam enfrentar muitos desafios pela frente. Além de toda a magia, aventura, ação, que o autor descreve no livro, ele nos deixa claro diversas mensagens importantes sobre as conquistas. E de como é ser um herói de verdade. Uma das mais ressaltadas é: "Nunca se é um herói sozinho" Pois cada um tinha uma qualidade distinta que juntos formavam um grupo e tanto. Inteligência, paciência, valentia, e etc...
As florestas de Medúnia estão sendo ameaçadas e atacadas por um mal incomum e desconhecido. Nossos heróis precisam detê-lo, e com isso iniciar uma jornada perigosa. Uma jornada de 100 mil léguas. Neste mundo as árvores falam, e elas em troca de ajuda, mostrarão a eles, o que tanto procuram. Alguém ou algo, que poderá ajuda-los a realizar seus sonhos. A única coisa que pode lhes assegurar de que tudo ocorrerá bem, e que os da confiança para prosseguir é a fé. 
Eu adorei a história, achei bastante introdutiva à uma sequencia muito bacana. O trabalho do livro ficou muito bonito. A história remete muito a questão dos valores. Eu sempre quis ler um livro de fantasia, que falasse nesse sentido, sobre os sonhos, e seus valores. Com uma mistura de sonhos, fantasia, realidade e folclore A jornada das cem mil léguas é o início de uma aventura com diversas outras dentro dela. Alguns sonhos são impossíveis, mas mesmo assim nunca deixam de ser sonhados. E qual é a magia por trás de tudo isso?
Além de heróis esses guerreiros, mostram que sempre se deve sonhar. E quando um sonho é impossível, a fé é a força maior, e talvez a única que os faz permanecer vivos. Eu nunca tinha conhecido heróis assim. É fabuloso!"  Sonhos e Resenhas.